domingo, 18 de julho de 2010

No princípio...

Fico muito aflita quando chega ao meu conhecimento uma situação em que se tenta relativizar a importância ou a existência de Deus (tais situações tem sido cada vez mais frequentes e banalizadas). Essa semana, não apenas estive ciente, mas participei de uma. Aconteceu - por e-mail!!! - uma votação para decidir se na cerimônia de formatura de minha turma haveria ou não um "discurso ao sagrado". Se o fato de haver uma votação, negando absolutamente que o agradecimento a Deus seria um direito dos formandos que nele cressem, já parecia absurdo... mais triste ainda foi o resultado da enquete.
Amanhã eu celebrarei 4 anos de caminhada na universidade. Anos difíceis por estar longe dos meus pais, passar noites em claro pra estudar, trabalhar duro pra ajudar a custear minhas despesas; e também anos felizes por fazer bons amigos, aprender muito, realizar a grande conquista de hoje ser uma professora de história. Anos em que meu conforto, meu descanso, minhas forças, minha alegria, vieram sobretudo da união com Deus. Momentos em que, sem a Eucaristia, o Rosário e a Palavra de Deus, eu não seria ninguém.
Ainda assim, amanhã, eu não terei a possibilidade de fazer ou ao menos escutar nem um pequeno agradecimento público Àquele que existe desde o princípio, e por Quem tudo foi feito. A gratidão vai ficar na intimidade do meu coração e na Santa Missa pela manhã. E a minha inteligência tenta compreender esta situação transcrevendo as palavras de São João:
"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio junto de Deus. Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito. Nele havia a vida, e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. O Verbo era a verdadeira luz que, vindo ao mundo, ilumina todo homem. Estava no mundo e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o reconheceu. Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Mas a todos aqueles que o receberam, aos que creem no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas sim de Deus." (Jo 1,1-5.9-13)

Ao Senhor da minha História: gratidão por tudo!

3 comentários:

  1. Testemunho emocionante, Roberta. Só lamento a patrulha ideológica que, agora, ataca os indivíduos até em suas convicções mais íntimas, tentando limitar um direito natural tão básico que está consignado na Carta Magna do Brasil: o direito a livre expressão (Art. 5o.) Não é emblemático que graduandos de história resolvam limitar esse direito?? Nenhuma voz sensata lembrou da mordaça do período da ditadura??

    Que o Senhor fortaleça você nesse momento, Roberta!

    ResponderExcluir
  2. Imagino o quanto você deve estar assustada com certas atitudes, mas Roberta o homem cada vez mais se afasta do Pai, o homem não esta enxergando que a volta de Jesus está próxima, mais próxima do que muitos pensam, e esquecem de DEUS, esquecem que tudo o que há nesta terra a ele pertencem, o simples fato de respirar já nos mostra isso, sem o ar nada existiria e foi ele quem fez, álias tudo feito na maior perfeição.
    Quantos colegas contrários a um simples agradecimento ao Criador, conheceram um dia as mazelas do mundo e acharam que é o destino ou "carma".
    Eles não tem conciencia o quão é necessário o agradecimento a DEUS, e como esse agradecimento deve vir antes de tudo.
    Olha Roberta, eu me pego as vezes me conbrando de não ter o conhecido antes, de não ter agradecido a tantas coisas que já recebi átraves dele.
    Este DEUS maravilhoso, magnifico e soberano que me levanta pra alcançar montanhas, que me levanta pra andar sobre o mar, que nunca estou só, porque estou sob seus ombros, que me levanta mais do que eu posso alcançar.
    Muitas foram as vezes que fui chamada a conhece-lo, as vezes por palavras, por atos, por sacrificios e pelas bençãos recebidas, mas não conseguia captar a mensagens desses momentos. Hoje não consigo mais deixar de avivar a presença de DEUS em mim, não consigo deixar de falar sobre ele quando tenho oportunidade e tão pouco deixaria de agradecer a ele por cada conquista minha.
    Querida, tendo ou não este agradecimento em sua formatura o importante é que, DEUS sabe de ti, ele conhece o seu amor e as suas obras para com ele e sabe das lutas que você enfrenta por louva-lo.

    Pedi a Deus uma mensagem pra ti e saiu essa...

    SALMO 24


    1 Do Senhor é a terra e a sua plenitude; o mundo e aqueles que nele habitam.

    2 Porque ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre os rios.

    3 Quem subirá ao monte do Senhor, ou quem estará no seu lugar santo?

    4 Aquele que é limpo de mãos e puro de coração; que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente.

    5 Este receberá do Senhor uma bênção, e a justiça do Deus da sua salvação.

    6 Tal é a geração daqueles que o buscam, daqueles que buscam a tua face, ó Deus de Jacó.

    7 Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.

    8 Quem é o Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na batalha.

    9 Levantai, ó portas, as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.

    10 Quem é esse Rei da Glória? O Senhor dos exércitos; ele é o Rei da Glória.

    Ou seja Roberta ele deu sua resposta... Antes houvessem mais Robertas neste mundo.
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela força, amigos. Estejamos vigilantes para nos mantermos fiéis!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget