sábado, 19 de junho de 2010

Aprender o valor das dores

"Muitos serão limpos, acrisolados e provados. Os ímpios agirão com perversidade, mas nenhum deles compreenderá, enquanto que os sábios compreenderão." (Dn 12,10)
Algumas vezes já falei aqui sobre cruz e sofrimento. Parece-me que este assunto nunca se esgota! De fato, requer de nós um amadurecimento verdadeiro para compreender que as dores fazem parte da vida, e que mais do que ser feliz apesar delas, devemos ser felizes com elas! Partilhava esta semana com um amigo que aquele que espera passarem as dificuldades para ser feliz, nunca alcançará a felicidade; pois as dificuldades sempre existirão, e é com coragem que Deus espera que as vivamos.

Disse sabiamente Jó: se aceitamos de Deus as alegrias, por que não aceitaremos também dele as tristezas? Deus deu, Deus tirou; bendito seja sempre o nome do Senhor.

Aprendamos de Cristo o valor das dores - físicas, psíquicas ou espirituais. O crescimento não está em passar pela dor, mas em como passamos por ela. Recentemente aprendi o erro presente na antiga frase "quem não vai a Deus pelo amor, vai acabar indo pela dor". Onde está o erro? Está em que ou vamos a Deus por amor, ou vamos a Deus por amor! Se minha dor não me levar a ser melhor, não me santificar, ela é vã! O Senhor a permite para que dela eu colha frutos de paciência, humildade, confiança... é assim que o sofrimento nos ensina.

Todos nós experimentaremos em nossa vida a provação, a solidão e a dor. Mas somente com a sabedoria de Deus seremos capazes de compreendê-las.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget